Editorial . Comemorámos o primeiro ano de vida. Este é um projeto feito com paixão, e agora só queremos ter forças para continuar a trabalhar

    Neste Editorial marco o primeiro ano de vida da Azemeis.NET. A construção deste novo projeto de comunicação tem sido uma boa aventura, e aquilo que conquistámos até hoje é muito saboroso. E sabem o que sinto? Total responsabilidade para continuar a manter os oliveirenses informados, e elevada confiança de que estamos a percorrer o caminho certo, e que num futuro muito próximo será uma inevitabilidade todos olharem para a Azeméis.Net como um projeto de comunicação onde será necessário investir.

    0

    Passámos o mês de agosto em festa. Celebrámos o primeiro ano de vida deste novo projeto de comunicação exclusivamente digital sobre Oliveira de Azeméis. Já viu o vídeo que está logo no início deste Editorial? Pode constatar, de forma muito resumida, aquilo que andámos a fazer durante o último ano. Este projeto tem sido movido essencialmente pela paixão que sinto pelo concelho que me viu nascer e crescer.

    Esta é também altura para lhe contar agora um pequeno segredo: hoje a linha editorial da Azeméis.NET é um pouco diferente do caminho que tínhamos começado a trilhar em agosto de 2019. Nascemos com o propósito de mostrar única e exclusivamente que há vida em Azeméis. Promover o nosso comércio, o talento local, e produzir conteúdo relevante sobre o estilo de vida oliveirense que tanto tem para contar. Criámos, por exemplo, a Crónica Boa Mesa onde mostramos a excelente gastronomia que temos no nosso concelho.

    Acontece que fomos todos “apanhados” na atualidade pelo vírus Covid-19. Durante mais de dois meses quase toda a vida foi cancelada e não havia outro tema de conversa. Tempos excecionais, obrigam a medidas excecionais. Arregaçámos as mangas e passámos a produzir artigos com informações úteis para ajudar os oliveirenses no seu dia a dia durante este tempo de pandemia – fizemos, por exemplo, o guia de restaurantes com serviço de Take Away no nosso concelho -, mas também passámos a relatar com objetividade e verdade a realidade do nosso concelho durante o difícil período vivido por causa da pandemia Covid-19. Fomos o primeiro projeto de comunicação a revelar a existência de óbitos no nosso concelho, uma realidade até aí desconhecida pela maioria dos oliveirenses, relatámos a morte de um utente no Lar de Santa Teresinha, em Cucujães, com Covid-19, informação que depois teve sequência à escala nacional com a continuidade do assunto no Jornal de Notícias.

    Iniciado este caminho de informação já não havia volta a dar. Até porque sentimos os oliveirenses do nosso lado. Conclusão: o estilo de vida oliveirense continuará a ser um grande foco deste projeto que é movido essencialmente por paixão, mas passámos também ao oferecer, aos nossos leitores, informação variada sobre todas as áreas: entrámos na vida política oliveirense, enaltecemos a economia, e acompanhamos o desporto.

    Com o nosso esforço e trabalho diário fomos ganhando espaço e credibilidade. A nossa informação tornou-se uma referência no concelho. Sabemos que somos acompanhados de perto por colegas da imprensa local, regional e nacional; e por alguns daqueles que ocupam lugares no poder autárquico. A Azeméis.NET foi referenciada e citada no jornal mais vendido no nosso país, o Correio da Manhã, e num projeto digital regional, o Noticiasdeaveiro.PT.

    As estatísticas mostram que o nosso trabalho se têm traduzido em números. Temos crescido de mês para mês de forma sustentada. Há cada vez mais pessoas a serem informados sobre o nosso concelho no site www.azemeis.net. Ao final do primeiro mês de atividade tínhamos 5 500 utilizadores únicos. Desde março deste ano que esses valores mais do que triplicaram. Temos sido visitado Ao final de um ano de vida o nosso trabalho tem vindo a ser reconhecido. Alguns colegas da imprensa nacional e regional acompanham de perto as notícias sobre o Oliveira de Azeméis que publicamos e fazem com que a realidade do nosso concelho seja conhecido para além das nossas fronteiras.s (em abril tivemos um pico de 35 mil pessoas). Números que nos colocam no topo dos projetos digitais no concelho de Oliveira de Azeméis.

    Quando abrimos as celebrações do primeiro aniversário – no dia 1 de agosto deste ano – já tínhamos o sentimento de dever cumprido neste primeiro ano de trabalho. Os objetivos inicialmente traçados estavam concluídos. Mas o mês de agosto superou todas as expectativas. Trouxe vários registos estatísticos dignos de registo. Chegámos aos 4 mil seguidores (entre o final de julho e o final do mês de julho tivemos um crescimento de 1000 (!) seguidores), tornámo-nos no segundo projeto de comunicação com maior alcance no concelho de Oliveira de Azeméis, e em agosto alguma da informação produzida por nós foi partilhada centenas de vezes tendo sido vista por mais de 100 mil (!) pessoas.

    Temos boa informação, os números demonstram que há uma aceitação do mercado pelo conteúdo que produzimos, e agora só queremos ter forças para continuar. E estas forças ganhamos com o apoio dos nossos leitores e tecido empresarial. Ao final de um ano a mostrar o que podemos oferecer aos nossos leitores, temos agora de nos focar com a viabilidade financeira do projeto. Não tem sido fácil convencer os empresários sobre as mais-valias da comunicação digital, e do impacto real que ela tem no presente.

    Ao iniciar este projeto no nosso concelho sabia que não ia ter facilidades. É um projeto de risco, mas necessário para a valorização de Oliveira de Azeméis no país e junto da nossa comunidade emigrante. E sabem o que sinto? Total responsabilidade para continuar a manter os oliveirenses informados, e elevada confiança de que estamos a percorrer o caminho certo, e que num futuro muito próximo será uma inevitabilidade todos olharem para a Azeméis.Net como um projeto de comunicação onde será necessário investir.

    Espero continuar a contar consigo desse lado, e que para o ano esteja aqui a relatar a realidade e as evoluções do nosso segundo ano de trabalho.

    Comecei o meu percurso de jornalista há mais de duas décadas em Oliveira de Azeméis. Tinha 16 anos e foi o jornal Correio de Azeméis que me acolheu. Em 2015 idealizei o projecto Azemeis.Net, e no início de 2019 comecei a fazer força para o seu arranque. Tenho orgulho oliveirense e quero mostrar neste cantinho virtual que há realmente vida em Azeméis.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here