Editorial. #vaificartudobem, eu acredito! Mas 2020 vai ser duro, e temos de apoiar o comércio local

    0

    Em conversa com o meu sogro, falávamos sobre o que todos falam hoje em dia: o vírus COVID-19 que tem atormentado todo o mundo. Neste momento estamos a tentar voltar à vida normal, mas a prioridade continuará a ser de evitar todas as mortes possível, e só depois tratar dos vivo. Mas este depois da pandemia vai ser duro, muito duro. Perguntava ele, dono de uma papelaria, quantos restaurantes e lojas é que se aguentariam depois deste soco no estômago. Estamos na altura de começar a fazer esta contabilização.

    Os empresários oliveirenses, do sector do calçado, foram uns heróis ao ajudar com investimentos na ordem dos milhares de euros para ir ao encontro das necessidades dos mais desfavorecidos. Agora é a nossa vez contribuir com aquilo que pode e que estiver ao seu alcance. Cada um nós deve continuar a ajudar quem mais precisa, e refiro-me concretamente ao nosso comércio local.

    Temos todos de ir comprar os legumes à mercearia do final da rua, ir sempre que possível ao café da esquina ou comprar um par de sapatos ou uma peça de roupa numa das várias lojas do nosso concelho.

    Não é segredo para ninguém: nós, portugueses, ganhamos praticamente dinheiro para o nosso dia a dia. Não há grandes margens para poupanças. Por isso, uma coisa é certa: os grandes (lojas e restauração de shoppings, e afins) vão ser capazes de se aguentar porque têm elevadas taxas de lucro, mas os pequenos (do nosso comércio local), esses vão precisar de toda a nossa ajuda, sob pena de em 2021 termos um concelho quase deserto de comércio. Basta ver, por exemplo, aqui o testemunho do Víctor Silva, gerente da Cerveja Vadia, que revelou uma quebra de 90% de facturação no negócio.

    Só com os os oliveirenses unidos, todos juntos a remarmos para o mesmo lado (…) continuaremos a ser um dos concelhos portugueses com boa qualidade de vida

    Acho que não há grandes dúvidas: 2020 vai ser um ano duro para todos, e só com os os oliveirenses unidos, todos juntos a remarmos para o mesmo lado, é que vamos voltar a ter aquilo a que um chamamos liberdade, e também só assim é que continuaremos a ser um dos concelhos portugueses com boa qualidade de vida.

    Apesar das dificuldades que aí vêm, acreditamos que vai ficar tudo bem. Se cada um fizer a sua parte. Deixo já aqui uma promessa: aqui no Azeméis.NET vamos fazer tudo o que estiver ao nosso alcance para ajudar a contribuir para o crescimento do nosso comércio local. Uma das razões do nascimento deste projecto foi esse mesmo. Divulgar o que de bom tem Azeméis. Continuará a haver vida em Azeméis!

    Comecei o meu percurso de jornalista há mais de duas décadas em Oliveira de Azeméis. Tinha 16 anos e foi o jornal Correio de Azeméis que me acolheu. Em 2015 idealizei o projecto Azemeis.Net, e no início de 2019 comecei a fazer força para o seu arranque. Tenho orgulho oliveirense e quero mostrar neste cantinho virtual que há realmente vida em Azeméis.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here