André Domingues vence Volta a Portugal de juniores e faz homenagem a Bruno Neves

André Domingues, da Escola de Ciclismo Bruno Neves, fez história. Conquistou a 14.ª Volta a Portugal de Juniores, e homenageou o nome do malogrado ciclista natural de Oliveira de Azeméis.

0

2019 é um ano em grande para o ciclismo oliveirense. Depois de uma boa prestação da UD Oliveirense/InOutBuild na Volta a Portugal em bicicleta, o jovem André Domingues, da Escola de Ciclismo Bruno Neves, sediada em Nogueira do Cravo, fez história ao sagrar-se o grande vencedor da 14.ª Volta a Portugal de Juniores que terminou no domingo, dia 24 de agosto, em Seia, levando assim mais alto o nome da escola malogrado ciclista natural de Oliveira de Azeméis que faleceu em competição em maio de 2008. Após três anos um português volta a vencer a Volta a Portugak em Bicicleta de juniores. O último foi João Almeida, em 2016, ciclista que em 2020 vai correr pela Deceuninck-Quick Step no pelotão WorldTour.

Foi uma vitória de muita de raça, querer e determinação. E ao final de quatro dias de competição, André Domingues era um jovem feliz. Confessou o quanto queria vencer uma Volta a Portugal, e não se esqueceu de Bruno Neves na altura dos agradecimentos.

“Dedico esta prova também ao Bruno Neves que infelizmente não está connosco, mas sei que ele deve estar muito contente”

André Domingues, ciclista da Escola de Ciclismo Bruno Neves

O resumo da prova é fácil de ser feita,. André Domingues conquistou a liderança da classificação geral ao terceiro dia de competição, na etapa que ligou Figueira de Castelo Rodrigo e o Sabugal, e no quarto e último dia de prova (Fornos de Algodres – Seia), o jovem ciclista da Escola de Ciclismo Bruno Neves teve concorrência de peso. Senão vejamos: João Silva (Bairrada) batia-se pela etapa e pela classificação dos trepadores, o colombiano Abner Umba (Team Ingeniería de Vías/Monsalud), procurava chegar à camisola amarela, até porque iniciara a tirada apenas a 2m14s do topo da geral, e para complicar ainda mais a vida a André Domingues, o belga Lars Droogmanns, que estava a 1m00s na geral, atacou no pelotão e chegou à cabeça de corrida, acabando mesmo por ser primeiro a passar a meta instalada em Seia.

Mas à entrada dos últimos quilómetros, André Domingues assumiu todas as despesas da perseguição no grupo dos candidatos à geral, tentando impedir o sucesso absoluto do ataque do belga Lars Droogmanns. O ciclista da equipa oliveirense foi bem sucedido, e Cortou a meta no oitavo lugar, a 32 segundos, garantindo a conquista da Volta a Portugal de Juniores.

A fotografia de família da Escola de Ciclismo Bruno Neves no final da 14.ª Volta a Portugal em Bicicleta de Juniores

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here