João Domingues é neto do arquitecto da sociedade oliveirense, e abandonou curso por amor ao ténis

Perdeu-se um arquitecto de futuro, mas ganhou-se um bom tenista que tem o objectivo de chegar aos 100 lugares do ranking ATP. O jovem tenista João Domingues é neto do arquitecto Gaspar Domingues, uma figura incontornável da sociedade oliveirense.

0

Poucos oliveirenses devem saber, mas o jovem tenista João Domingues, de 25 anos, e natural de Oliveira de Azeméis é neto daquele que é conhecido como o arquitecto da sociedade de Oliveira de Azeméis, e uma das figuras mais respeitadas do nosso o Arq. Gaspar Domingues. E o que ainda menos pessoas devem saber é que João Domingues chegou a frequentar há sete anos o curso de Arquitetura na Faculdade das Belas Altas da Universidade do Porto, mas logo no primeiro ano do curso o número de faltas fez com que os professores, que sabiam que o motivo das ausências eram os treinos de ténis, não tivessem forma de o transitar para o segundo ano. João Domingues ainda tentou uma segunda oportunidade e voltou a matricular-se no curso no ano a seguir, mas o ténis acabou por falar mais alto e voltou a ter o mesmo comportamento. Há cinco anos resolveu tornar-se profissional.

Este pequeno segredo foi revelado em entrevista ao Azeméis.NET pelo avô orgulhoso daquele que é já considerado um dos mais promissores jovens tenistas portugueses a competir ao mais alto nível.

No entanto, os poucos apoios financeiros que o neto tem é o que mais preocupa o arquitecto Gaspar Domingues, que revela ainda a esperança do neto subir ainda muitos lugares no ranking ATP ao longo da sua carreira.

Veja a entrevista do Arquitecto Gaspar Domingues ao Azeméis.NET já a seguir:

O arquitecto Gaspar Domingues é o avô do jovem tenista João Domingues

“Tenho muita esperança que ele vá para a frente”

Arquitecto Gaspar Domingues

João Domingues ocupa, actualmente, a posição 185 do mundo, próximo daquela que foi a sua melhor classificação do ranking mundial (160.º) até ao momento. O tenista oliveirense já revelou a ambição de chegar aos 100 primeiros do ranking ATP.

E os resultados recentes têm enchido os familiares de orgulho. Chegou este ano pela primeira vez na sua curta carreira de tenista profissional, aos quartos-de-final de um torneio ATP. No Estoril Open mostrou a sua qualidade e só caiu frente ao grego Tsitsipas.

Em termos de títulos, já tem oito futures e este ano conquistou o seu segundo challenger, em Braga. E tem ainda 15 títulos em pares em futures.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here