Na hora da reeleição, Horácio Bastos anuncia que vai alterar “estatutos obsoletos” do clube

O presidente reeleito da UD Oliveirense tem o objectivo de terminar as infraestruturas existentes, mas também se vai centrar na alteração dos estatutos do clube que permite, por exemplo, que se possa "colocar uma lista quase à boca das urnas, 48 horas antes".

0
Horácio Bastos se´ra presidente da UD Oliveirense até 2020 conquistando 78% dos votos
Ouça as declarações de Horácio Bastos como presidente reeleito da União Desportiva Oliveirense

Horácio Bastos foi eleito Presidente da União Desportiva Oliveirense na última Assembleia do clube. Conquistou 78% dos votos. Votaram 54 sócios, com 42 votos para a Lista A e 12 votos em branco. É o terceiro mandato consecutivo para o homem que lidera o clube desde maio de 2016, e vai continuar à frente do clube pelo menos até 2022. António Pinto, Hélder Albergaria e António Valente são os Vice-Presidentes.

A cerimónia de tomada de posse será na próxima semana no Estádio Carlos Osório, em data a ser anunciada em breve, mas Horácio Bastos já fez as suas primeiras delações enquanto presidente reeleito.

“O objetivo mantém-se: terminar as infraestruturas que iniciámos, acabar o centro de formação, faltam uns retoques no Estádio Carlos Osório e começar a criação do novo centro de treinos. Em termos de modalidades, os objetivos são trabalhar diariamente para conseguir os resultados em campo e conquistar a melhor classificação possível”, afirmou.

Sobre as eleições, o presidente do clube considerou: “A Oliveirense tem muita gente ou alguns sócios que falam muito atrás de um ecrã, mas que aqui não aparecem para fazer o que deve ser o dever deles. É um clube vivo e eclético, mas que na hora da eleição ninguém quer assumir. Não há mais listas ou há demissões e o clube vai-se arrastando ao longo do tempo sem grande concorrência. O clube não tem a vivacidade que deveria ter”.

Entretanto, ainda com base no tema do ato eleitoral, Horácio Bastos diz que irá fazer uma alteração nos estatutos do clube que na sua opinião “estão completamente obsoletos”.

“É impensável termos uns estatutos em que se pode colocar uma lista quase à boca das urnas, 48 horas antes, e isso hoje em dia é impensável. A comunicação das Assembleias Gerais, o número de diretores obrigatórios em cada lista e uma série de coisas que estão ultrapassadas têm de ser trabalhadas e nós comprometemo-nos a fazer neste mandato”, defende o presidente do clube.

Conheça a equipa completa de Horário Bastos para o próximo biénio:

Image may contain: text

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here