O Tribunal de Contas já deu o visto obrigatório, autorizando assim as obras de requalificação necessária na  Escola Básica e Secundária de Fajões que podem começar a qualquer momento. A “bola” está agora do lado do empreiteiro. A informação foi dada pelo presidente da Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis, Joaquim Jorgem na última reunião pública do executivo camarário. “Finalmente veio o visto do Tribunal de Contas. Ao final de todos os meses… Todos esperamos que as obras arranquem o mais rapidamente possível”, disse.

A requalificação da Escola de Fajões é uma obra reclamada há vários anos por esse estabele­cimento de ensino, que é frequentado por cerca de 540 estudantes de três municípios. O valor investido na necessária requalificação da Escola de Fajões ascende aos 2,5 milhões, e será dividido em duas fases.

Na primeira fase, que leva a maior fatia do bolo orçamental (1 milhão e 829 mil euros), prende-se com a construção de um novo bloco na escola (o Bloco C) e que tem um prazo de execução de 540 dias. Esta parte da obra é cofinanciada a 85% por fundos comunitários, no âmbito do NORTE2020. A restante verba é assegurada em partes iguais pela autarquia e pelo Estado, através de acordo de colaboração.

Numa segunda fase será iniciada a recuperação dos restantes edifícios escolares não incluídos na primeira fase, além dos arranjos dos espaços adjacentes e da remoção integral do amianto. Esta fase tem um prazo de execução de 365 dias e custará 694 mil euros.

AZEMÉIS.NET é uma magazine digital (criada em agosto de 2019) pensada em promover o que de melhor se faz em Oliveira de Azeméis. É um projeto que olha para o nosso concelho, e a nossa gente, pela positiva e que quer puxar pelo orgulho oliveirense. Procuraremos ser a pegada digital para demonstrar que Azeméis é realmente vida... e que somos vivos!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here