Passear pela rota da arte urbana

2

Oliveira de Azeméis faz parte da rota das cidades com arte urbana. Se é aprecidador deste tipo de cultura só terá de fazer um passeio rápido pelo centro da cidade, e visitar quatro pontos onde a arte passou a ter destaque.

Este passeio terá de começar obrigatoriamente pelo Praça da Cidade onde está pintado uma figura de um trabalhador vidreiro em grandes dimesões num dos prédios circundantes.

Mural do Trabalhador Vidreiro

Avenida Dr. Ernesto Soares dos Reis – Praça da Cidade

É o que tem mais destaque e o que tem maior valor sentimental. Este mural executado pelo espanhol Manolo Mesa no edifício Lucy Bell, um dos mais reconhecidos artistas espanhóis de arte urbana, na Avenida Dr. Ernesto Soares dos Reusis dá uma “outra imagem estética, ao mesmo tempo que homenageia as gerações de vidreiros e empresários que, ao longo de quatro séculos, perpetuaram esta importante atividade que deu origem à atual indústria de moldes”, refere uma nota de imprensa enviada pela Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis.

A figura desenhada na parede é de Alfredo Morgado, que continua a trabalhar na oficina do Berço Vidreiro, no Parque de La Salette.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e pessoas em pé
Foto ©CMOA. Figura de um trabalhador vidreiro pintado num prédio do Parque da Cidade. Autor Manolo Mesa, em julho 2019

Mural Ferreira de Castro

Praça da Cidade

Bem perto do edifício que homenageia, agora, o fabrico do vidro, e ainda dentro da zona da Praça da Cidade (só tem de seguir a estrada mesmo em frente ao mural em direção à Escola Secundária Soares Basto) está um outro mural: chamemos o Mural Ferreira de Castro. Isto porque a obra realizada por quatro jovens artistas oliveirenses no muro da saída do parque de estacionamento subterrâneo é inspirada no escritor natural de Oliveira de Azeméis. É um muro cheio de cor e com vários elementos que nos remetem para o livro A Selva, o livro mais popular do escritor

A imagem pode conter: céu e ar livre
Foto ©CMOA. Mural inspirado em Ferreira de Castro pintado na saída do estacionamento subterrâneo do Parque da Cidade

Se tem curiosidade em saber como se chegou a este resultado final, veja um excerto de vídeo que mostra o evoluir das pinturas


Mural 3 D, Avenida

Avenida Dr. Albino dos Reis

A viagem continua. Percorra a pé as Ruas Engenheiro Arantes e Oliveira, e a Doutor Aníbal Beleza até à fonte luminosa. Dirija-se à Avenida Dr. Albino dos Reis e suba até ao Hotel Dighton. Olhe em frente, e vai dar de caras com este mural. É diferente dos dois anteriores, e não tem nenhuma história a ligar ao concelho.

É da autoria da designer portuguesa Aheneah, e esta obra tem particularidade e orginalidade de transformar a técnica tradicional do ponto de cruz em grafismos modernos, conectando culturas e gerações. Neste mural está representada a figura de um gato em vários módulos, de forma a aproveitar a geometria da fachada.

A imagem pode conter: ar livre
Foto ©CMOA. Mural 3D que poderá ser visto mesmo em frente ao Hotel Dighton.

Juntando todos os módulos forma-se a sensação de movimento… Clica no “Play” do vídeo em baixo.

Pode ver os bastidores da construção desta obra icónica no vídeo que se segue.


‘Art’ Bench

Para completar o passeio pela arte urbana, apenas tem de subir mais um pouco até à rua pedonal (composta pelas ruas António Alegria e douto Bento Carqueja). Se percorrer estas duas ruas poderá contemplar o novo look deste cinco bancos da rua que agora mostramos. Já não é o cinzento da calçada que tem destaque, mas sim a pintura do mobiliário urbano com cores vivas inspirados mais uma vez no livro A Selva, de Ferreira de Castro.

Foto ©CMOA. O artista oliveirense Miguel Dias expressou o seu talento com elementos do livro A Selva, de Ferreira de Castro

Foto ©CMOA. João Monteiro ,artista oliveirense, escreveu sobre fundo amarelo parte do poema Emigrandes do escritor oliveirense

Foto ©CMOA. Pintura de Paulo Monteiro

Foto ©CMOA. O artista oliveirense João Soares é o autor desta pintrua

AZEMÉIS.NET é uma magazine digital (criada em agosto de 2019) pensada em promover o que de melhor se faz em Oliveira de Azeméis. É um projeto que olha para o nosso concelho, e a nossa gente, pela positiva e que quer puxar pelo orgulho oliveirense. Procuraremos ser a pegada digital para demonstrar que Azeméis é realmente vida... e que somos vivos!

2 COMENTÁRIOS

  1. Acrescentaria o banco da artista plástica Paula Costa Alves ,artista com varios premios nacionais e internacionais , na rua pedonal junto à Camara Municipal, cujo tema é Ferreira de Castro . A pintura representa a selva com esboço de figura humana,tracejada a vermelho e branco, simbolizando o perigo que o homem representa para a selva. Aliás bem actual, com o que está está a passar na Amazonia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here